Os pais são mais felizes do que as mães, dizem estudos

VÁRIOS ESTUDOS APONTAM PARA O FACTO DE OS PAIS SEREM MAIS RELAXADOS E, POR ISSO, MAIS FELIZES DO QUE AS MÃES, QUE SÃO MAIS PREOCUPADAS

Madalena Costa


Quantas vezes já ouvimos a pergunta “Gostas mais da mãe ou do pai"? Mas, será que sabemos quem é que é mais feliz, quando se tem filhos? A mãe ou o pai?


Assim que um bebé nasce, é claro que os dois progenitores se sentem igualmente felizes por receberem nos braços um filho. O tempo passa e, com ele, as crianças crescem.


Com esse desenvolvimento, a mãe começa a acumular mais stress e preocupações com os filhos enquanto o pai é, em muitas famílias, a figura mais relaxada e descontraída. E, por isso, não é de estranhar que vários estudos tenham concluído que os pais são mais felizes do que as mães!


Os investigadores envolvidos nos estudos avaliaram a forma como os pais e as mães se relacionam com os filhos em diferentes atividades.


Seja numa ida ao parque ou a um jogo de um desporto que os filhos frequentem, as mães tendem a estar mais cansadas e stressadas devido ao trabalho do dia-a-dia. Já os pais tendem a envolver-se mais com as crianças e a estarem mais presentes.


E, por isso, em comparação com as mães, os pais são considerados mais felizes, uma vez que, em certos casos, não se preocupam tanto com o trabalho e com a organização de uma casa.



É também por estarem sempre ao lado dos filhos e por serem verdadeiros heróis que, neste dia do pai, a RFM e o MEO ofereceram 2 telefones Samsung Galaxy S21+5G.


No entanto, os investigadores revelam também que estes resultados são influenciáveis pela exigência do dia-a-dia e do trabalho e, apesar de a maioria indicar que as mães são menos felizes, a tendência pode variar.


Nesta tendência, surge ainda uma outra questão pertinente que assenta na igualdade de género. Os investigadores questionaram a razão pela qual as mulheres estão sempre mais preocupadas com a limpeza e a organização da casa ou com as aulas, os testes e os trabalhos dos filhos, do que os homens.


Para os investigadores, a partilha de preocupações tem de ser feita entre mãe e pai para que juntos possam encontrar a felicidade!


  • Partilha:

Top