“Morri por dentro” Tony Carreira fala pela 1.ª vez sobre a dor de perder a filha

O CANTOR ABRIU O SEU CORAÇÃO A MANUEL LUÍS GOUCHA, NA PRIMEIRA ENTREVISTA QUE DEU APÓS A MORTE DA FILHA


Numa entrevista muito franca, dura e emocionante, Tony Carreira abriu o seu coração a Manuel Luís Goucha.


O cantor português deu a primeira entrevista depois da morte da filha, Sara Carreira, e escolheu o apresentador para confessar que perdeu a vontade de viver.



Ao seu lado tem dois filhos que o guiam, mas para Tony Carreira “a vida já não tem sentido.”


Esta é, provavelmente, a batalha mais difícil e dura de travar para o cantor português que, após a partida de Sara Carreira, morreu "por dentro”.


Para tentar lidar com a falta da filha, Tony Carreira refugiou-se na bebida, tendo confessado que bebeu “mais do que devia”, "fui injusto e agressivo com pessoas que amo.”


Neste momento, Tony Carreira busca por respostas e agarra-se à sua fé para serenar a dor que sente, diariamente.


Nos minutos finais da entrevista, o cantor português confessou a Manuel Luís Goucha que “gostava” que o seu caminho “não fosse longo”. Com estas afirmações, Tony Carreira assegura que nunca pensou “em suicídio”, mas que “se chegar aos 100 anos será um grande castigo”.


Nas suas palavras, Tony Carreira nunca mais será o mesmo e espera agora encontrar sentido para a vida através da associação que criou em nome da filha, a “Associação Sara Carreira”.


(Imagens: Reprodução de vídeo)


  • Partilha:

Top