Black Friday: porque é que um bom dia de compras tem um nome um bocadinho assustador?

AFINAL O QUE É A BLACK FRIDAY E PORQUE É QUE SE CHAMA ASSIM?

Ana Margarida Oliveira


Tudo começou com o colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, no século 19. Mas já lá vamos…

Hoje, “Black Friday”, a sexta-feira negra, é o dia que inaugura a temporada das compras de Natal com promoções espetaculares. Mas porque é que um dia bom de compras tem um nome que parece assustador: “Black Friday”?




Esta sexta-feira louca de compras terá começado nos anos 60 do século XX e foi uma estratégia do setor de retalho norte-americano para transformar o dia seguinte ao dia de Ação de Graças (Thanksgiving) num grande dia de compras.

Porém, a expressão “Black Friday”, a sexta-feira negra, só começou a ser usada mais tarde, crê-se que nos anos 90, pela polícia de Filadélfia para designar o dia caótico que a corrida às compras provocava na cidade.

Era uma sexta-feira negra para a polícia… o trânsito intenso, as enormes filas de carros, a quantidade de pessoas, passeios cheios de filas e lojas sobrelotadas desde a abertura até ao fim do dia.

Este caos instalado fazia lembrar a loucura e o desvario que a original “Black Friday” provocou em Nova Iorque, na sexta-feira negra do colapso da Bolsa de Valores, em 1869.




Entretanto, à “Black Friday” juntou-se o “Cyber Monday”, dedicado às compras feitas on line, exatamente na segunda-feira a seguir ao dia de Ação de Graças.


E tu, fazes grandes compras na "sexta-feira negra"?


  • Partilha:

Top