Foi de maca aos jogos do Bétis, mas não resistiu: este foi o adeus do clube ao jovem adepto

MIGUEL TORAL MORREU, ESTA SEGUNDA-FEIRA, AOS 17 ANOS, VÍTIMA DE CANCRO

Jéssica Santos


Miguel Toral perdeu a sua batalha contra o cancro, esta segunda-feira, aos 17 anos. Ficou conhecido, depois de uma fotografia sua, deitado numa maca, a ver o Bétis jogar contra o Atlético de Madrid, no estádio Wanda Metropolitano, ter percorrido as redes sociais. Este jovem era um grande adepto do clube espanhol e era nos jogos que encontrava ânimo para viver e para lutar contra a doença.



O seu grande sonho de ver o Bétis jogar no estádio foi concretizado pela “Fundación Ambulancia del Deseo” (Fundação Ambulância do Desejo). O facto de estar internado, devido ao cancro, e estar dependente de uma maca, não foi impedimento para que este momento acontecesse. A partir daí, seguiram-se outros jogos, sempre com o apoio da Fundação, que o levava, e Miguel Toral teve até a oportunidade de conhecer os jogadores e treinador do Bétis.


Era conhecido por muita gente e foi com grande tristeza que muitos receberam a notícia da sua morte, esta segunda-feira. O Bétis deixou-lhe uma mensagem, no Twitter, e descreve-o como "um exemplo de luta e de vida".



“Hoje é um dia muito triste. O Miguel deixou-nos. Obrigado por seres um exemplo de luta e de vida para todos nós. A Real Bétis envia amor e coragem a toda a família e entes queridos neste momento difícil. Descansa em paz”, escreveu o clube.


O amor que o jovem tinha ao clube não deixou ninguém indiferente e o seu percurso foi também uma fonte de inspiração para todos. Nem o seu estado de saúde o impediu de concretizar o seu sonho, por várias vezes. Foram vários os jogos a que assistiu no estádio, deitado na maca e com uma botija de oxigénio ao lado.


(Imagem: Twitter Miguel Toral)

  • Partilha:

Top