Produzir bifes de origem vegetal em impressoras 3D? Sim, já é possível

A TECNOLOGIA PERMITE CRIAR COISAS TÃO INÉDITAS COMO COMIDA EM IMPRESSORAS 3D


A tecnologia dos dias de hoje permite criar coisas tão inéditas como bifes de origem vegetal em impressoras 3D. Sim, isso mesmo. Há uma empresa em Barcelona, Novameat, que está a testar este novo método e pretende chegar ao mercado de massas em 2022.


O processo é mais simples do que se pensa. Os ingredientes são colocados em cápsulas e permitem testar novas receitas. Quando se chega ao pretendido, o modelo de bife pode ser produzido em maior escala e com máquinas maiores sem ser através da tecnologia 3D.



Esta é uma tecnologia que está a ser cada vez mais desenvolvida. Por exemplo, em Singapura, um grupo de investigadores desenvolveram uma forma de “imprimir” em 3D vegetais frescos mais nutritivos e saborosos, que podem ser usados em doentes com dificuldades em engolir.


É uma questão de anos até ser implementado mesmo no mercado esta nova forma de criar alimentos. O gestor de desenvolvimento de negócios da Novameat disse à Reuters que a empresa está a planear vender os bifes directamente aos consumidores e a restaurantes interessados em produzir carne de origem vegetal.

Estamos a ter um vislumbre do futuro!


  • Partilha:

Top