Mulheres afegãs vão ser proibidas de fazer desporto

UM REPRESENTANTE DO NOVO GOVERNO TALIBÃ JÁ FEZ SABER QUE AS MULHERES NÃO VÃO PODER PRATICAR QUALQUER DESPORTO

Madalena Costa


No meio do caos que ainda se vive no Afeganistão, muitos afegãos conseguiram escapar e vão ter a oportunidade de começar uma nova vida noutros países.

No entanto, muitos outros não tiveram a mesma sorte e vão agora viver sob um novo regime talibã.


Assim que os talibãs chegaram ao poder, no mês passado, o mundo ficou a par das proibições que podem ser aplicadas às mulheres e que, provavelmente, seriam instauradas.


Agora, com o novo governo talibã já formado, as mulheres afegãs podem mesmo vir a ter os seus direitos retirados e, entre eles, está a proibição de fazer desporto.


Numa entrevista ao canal televisivo australiano SBS e citada pelo “The Guardian”, o chefe adjunto da comissão cultural dos talibãs, Ahmadullah Wasiq, referiu que o desporto feminino não era considerado apropriado nem necessário.


O Afeganistão conta com a seleção feminina de críquete que, em breve, vai deixar de poder pisar o campo. As atletas não podem jogar de cara e corpo coberto e o Islão não permite que elas sejam vistas de outra forma. Tal como a seleção feminina de críquete, que vai deixar de poder jogar, também todas as outras mulheres vão estar sujeitas a esta proibição.




No críquete, as mulheres podem, tal como o chefe adjunto da comissão cultural dos talibãs explicou, “enfrentar uma situação em que o seu rosto e corpo não estão cobertos [e] nem o Islão nem o Emirado Islâmico (Afeganistão) permitem que as mulheres sejam vistas desta forma”.


A decisão do governo talibã ainda não chegou ao conselho de críquete do Afeganistão, mas a realidade é que o programa para o sexo feminino já foi suspenso.


Com o novo gorverno formalmente assumido no Afeganistão, esta quarta-feira, os talibãs tinham prometido que teriam em conta as mulheres e os seus direitos.


Só que na declaração política que divulgaram, quando anunciaram o novo governo, as mulheres foram totalmente esquecidas.


  • Partilha:

Top