Quem é Kamala Harris, a mulher que fez História nos Estados Unidos?

KAMALA HARRIS É A PRIMEIRA VICE-PRESIDENTE MULHER DOS ESTADOS UNIDOS

Jéssica Santos


Joe Biden foi o candidato mais votado de sempre da História dos Estados Unidos. Mas o "ficar na História" não fica por aqui, nem pelo presidente. Com a vitória de Biden, Kamala Harris foi também eleita vice-presidente dos Estados Unidos e deu, assim, início a uma nova história no país.



Em 244 anos da história dos Estados Unidos, Kamala Harris é a primeira mulher afro-americana, a primeira mulher asiática-americana e a primeira vice-presidente mulher dos Estados Unidos.


Há quem diga que foi tarde, mas também há quem diga que vale mais tarde do que nunca. E o momento em que Kamala Harris foi eleita também não deixa de ser simbólico. Numa altura em que os Estados Unidos (e o mundo) vivem um ano de tensões raciais - despoletado pela morte de George Floyd - Kamala Harris, uma mulher afro-americana e filha de imigrantes, sobe ao poder.

A nova vice-presidente dos Estados Unidos nasceu em 1964, em Oakland, Califórnia, e é filha de pai jamaicano e mãe indiana.



A sua mãe era investigadora na área do cancro da mama e emigrou para os Estados Unidos em 1960. O seu pai era professor de economia na Universidade de Stanford e emigrou para os Estados Unidos, em 1961, para fazer uma pós-graduação em economia, na Universidade da Califórnia.



Já Kamala formou-se em direito na Faculdade de Direito de Hastings, da Universidade da Califórnia, e em ciência Política e Economia na Universidade de Howard. Enquanto estudante, envolveu-se em muitos movimentos sociais pelos direitos de pessoas negras.


Em 2010, chegou a procuradora-geral da Califórnia e foi reeleita em 2014. Dois anos depois, Kamala Harris foi eleita senadora da Califórnia e foi uma das principais críticas do governo de Trump. Opôs-se à ordem executiva de Trump que proibia a entrada de pessoas de alguns países de maioria muçulmana; criticou a administração por prender as crianças migrantes em centros longe do país; e enfrentou Mark Zuckerberg sobre o destino dos dados dos utilizadores do Facebook.

Exerceu o cargo de procuradora-geral da Califórnia entre 2011 e 2017, e perseguiu sobretudo crimes de tráfico de seres humanos, tráfico de droga e crimes tecnológicos. No entanto, nem tudo foi um mar de rosas neste seu percurso. Kamala Harris sofreu algumas críticas e a sua tolerância para com agentes envolvidos na morte de civis gerou controvérsia.


No plano do amor, Kamala Harris também é bem-sucedida. É casada com o advogado Doug Emhoff, desde 2014, que é agora também o primeiro homem nos EUA a ter o título de "segundo-cavalheiro". Os dois conheceram-se em 2013, quando Kamala já era procuradora-geral da Califórnia, e ele trabalhava como advogado no setor do entretenimento e já estava divorciado da primeira mulher, com quem esteve casado durante 25 anos e teve dois filhos.




Tudo aconteceu num encontro às cegas, organizado por uma cliente. No final de uma reunião, ela perguntou-lhe se ele era solteiro, porque achava que seria perfeito para a amiga. A cliente deu o número de telemóvel pessoal de Kamala e Doug escreveu uma mensagem logo naquela noite, à qual a procuradora respondeu.


O que surgiu depois foi uma história de amor que culminou num casamento que já dura há seis anos. Kamala Harris não tem filhos, mas assume o papel de boadrasta. Ou de "Momala" - um trocadilho entre a palavra "mom", mãe, e o seu nome - como os enteados lhe tratam. "Tive muitos títulos na minha carreira e com certeza que vice-presidente será incrível, mas 'Momala' será sempre aquele que me é mais querido" disse a candidata durante um evento de campanha.



Na madrugada deste domingo, Kamala discursou pela primeira-vez enquanto vice-presidente dos Estados Unidos e deixou uma mensagem de esperança: “Posso ser a primeira mulher neste cargo, mas não serei a última.



Na última parte do discurso, Kamala Harris falou sobre a sua mãe, que já morreu: “Quando ela veio da Índia para cá, aos 19 anos, talvez não tivesse imaginado este momento. Mas ela acreditava profundamente num tempo em que um momento como este fosse possível na América”.


E com esta eleição, as jovens norte-americanas vão conseguir sonhar cada vez mais alto. “Sonhem com ambição, liderem com convicção e vejam-se a vocês mesmas da forma que os outros talvez não vos vejam por nunca o terem visto antes.”


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Quem é Van Jones, o comentador...Quem é Van Jones, o comentador da CNN que chorou com a vitória de Joe Biden?VAN JONES É ADVOGADO E FOI ANTIGO CONSELHEIRO DE BARACK OBAMA NA CASA BRANCAmaisA vindima terminou e Biden é o...A vindima terminou e Biden é o novo presidente dos Estados Unidos“ATÉ AO LAVAR DOS CESTOS É VINDIMA” FOI UMA EXPRESSÃO QUE VIRALIZOU NAS REDES SOCIAIS, DEPOIS DE TRUMP DECLARAR VITÓRIA, QUANDO AINDA FALTAVAM APURAR MILHÕES DE VOTOSmaisSe Joe Biden vencer as eleiçõe...Se Joe Biden vencer as eleições americanas, estes serão os desafios que tem de enfrentarOS ESTADOS UNIDOS (E O MUNDO) VÃO CONHECER O NOVO PRESIDENTE NO PRÓXIMO DIA 3 DE NOVEMBROmais“Portugueses, ensinem-nos a ja...“Portugueses, ensinem-nos a jantar às 20h” pedem os espanhóis numa campanha publicitáriaUMA MARCA DE REFRIGERANTES LANÇOU UMA CAMPANHA PUBLICITÁRIA QUE PEDE AJUDA A VÁRIOS PAÍSES PARA MUDAR OS HÁBITOS DOS ESPANHÓIS AGORA COM RESTRIÇÕES DE HORÁRIOSmaisVacina contra a Covid-19 é “90...Vacina contra a Covid-19 é “90% eficaz”, diz a farmacêutica PfizerESTA ANÁLISE DIZ RESPEITO A UM PEQUENO NÚMERO DE VOLUNTÁRIOS, MAS OS RESULTADOS NÃO DEIXAM DE SER ENCORAJADORESmaisO muro de Berlim foi derrubado...O muro de Berlim foi derrubado há 31 anos e o mundo mudouNA NOITE DE 9 DE NOVEMBRO DE 1989 O MURO DE BERLIM COMEÇOU A SER DERRUBADO DEPOIS DE 28 ANOS A SEPARAR DOIS “MUNDOS”maisDiego Miranda: 51º DJ do Mundo...Diego Miranda: 51º DJ do Mundo e o DJ português mais popular de sempremaisProdutora do “Dia de Cristina”...Produtora do “Dia de Cristina” obrigada a escolher entre a TVI e a SICA CORAL EUROPA, PRODUTORA DO "DIA DE CRISTINA", FOI OBRIGADA A ESCOLHER ENTRE TRABALHAR PARA AS MANHÃS DA TVI OU DA SICmaisRestaurantes contestam novas m...Restaurantes contestam novas medidas: "Queremos que o Governo nos diga como vamos pagar salários"O RECOLHER OBRIGATÓRIO, ENTRE AS 13H E AS 5H, NOS PRÓXIMOS DOIS FINS DE SEMANA, NOS 121 CONCELHOS, É UMA DAS MEDIDAS DECRETADAS PELO GOVERNO NESTE NOVO ESTADO DE EMERGÊNCIAmais
Top