Filho de Pedro Lima fala sobre a morte do pai "Tenho um sentimento de falta muito grande"

JOÃO FRANCISCO LIMA, FILHO MAIS VELHO DE PEDRO LIMA, QUEBROU O SILÊNCIO SOBRE A MORTE DO ATOR

Madalena Costa


Seis meses se passaram desde a morte de Pedro Lima, que foi encontrado sem vida, na praia do Abano, em Cascais. Muito se falou e se escreveu sobre o ator, mas foi agora o filho mais velho, João Francisco Lima, que decidiu quebrar o silêncio.


Numa conversa franca com Júlia Pinheiro, gravada para o programa da apresentadora, na SIC, João Francisco Lima, de 22 anos, confessou que se apercebeu do estado psicológico do pai algum tempo antes da sua morte quando ambos conversavam.


"Sentia e ele partilhava comigo. Ele dizia que estava triste, que se sentia preocupado, desanimado” contou.


Foi no dia 20 de junho que o país soube da morte prematura de Pedro Lima, tendo-lhe prestado várias homenagens nas redes sociais e na televisão.

O filho mais velho do ator recorda-o como “uma pessoa muito dedicada aos outros, (...) um agregador nato”, revelando também que a partida do pai é “um trauma muito forte”.


"Não estou bem, como é óbvio, e sinto-me bem em não estar. Isso é uma das coisas que tento passar às pessoas que estão à minha volta. Eu comecei a tentar ter uma voz um bocadinho mais ativa no que é esta dinâmica à volta da saúde mental e isso começa por eu ser coerente com aquilo que estou a tentar passar às outras pessoas. Isso passa por assumir que não estamos bem" confessou a Júlia Pinheiro.


Desde a morte do pai, o filho mais velho de Pedro Lima abriu portas para uma discussão sobre a saúde mental, tendo feito uma parceria com uma marca de vestuário, que pretende sensibilizar as pessoas para essas questões.



A saudade será para sempre e as boas memórias permanecerão. Em jeito de homenagem, João Francisco decidiu eternizar o pai no seu corpo através de uma tatuagem.


“Fiz uma tatuagem com a última imagem que ele partilhou nas redes sociais. É uma imagem que o representa muito, que é ele a correr para o mar. Era no mar que ele encontrava o seu equilíbrio, o seu espaço".



Com planos para regressar a Roterdão, onde está a tirar um mestrado, João Francisco falou sobre aquilo que tem sentido, nestes últimos tempos.


"Tenho um sentimento de falta muito grande. De saudade, como é óbvio. Mas continuo com o foco no sítio certo. Estou a tentar fazer o meu caminho porque a única coisa que eu posso fazer é aprender com a situação que aconteceu e tentar reagir da melhor forma possível. Isto traumatizou-nos a todos, mas eu tenho uma vida toda pela frente” confessou.


A relação entre pai e filho era muito próxima, de tal modo que João Francisco afirma que “ia para além da parentalidade”. Apesar da partida de Pedro Lima, o filho mais velho assegura que o vai relembrar “sempre com um sorriso e sem qualquer tipo de culpas".


  • Partilha:

Artigos Recomendados
Top